Fotos IBP

Ser Pai

Agosto 2015

 

Ser pai é ser mais do que progenitor: é ser semelhante a Deus, no ato da criação. Já pensou no privilégio que é cooperar com o Criador na geração de vidas? Aquele que disse “cresçam e multipliquem-se” poderia ter criado a humanidade sem a participação do homem da mesma forma que criou os anjos, um a um. Todavia, Ele nos privilegiou como coparticipantes.

Dando-nos o mesmo título que Ele tem - o de pai - certamente o Senhor nos delega a responsabilidade de criar e educar os nossos descendentes conforme o propósito original da criação. Não poderemos nos furtar da prestação de contas, pois está escrito que nos apresentaremos perante o Senhor para isso. Por quê? Porque a vida tem uma razão de ser, um objetivo específico estabelecido por Deus.

Do ponto de vista de Deus o pai é o responsável pela criação de família estável.  E só é estável aquela cujos membros servem ao Senhor. Fora de Deus, qualquer um vive à deriva.

Por exemplo: O Salmo 127.3 afirma que:

 

Os filhos são herança do Senhor, uma recompensa que Ele dá

 

E no primeiro verso do capítulo seguinte encontramos uma exclamação:

 

Como é feliz quem teme ao Senhor e anda nos Seus caminhos!

Qual é o papel do pai nisso? Criar os filhos “segundo a instrução e o conselho do Senhor” – Efésios 6.4 NVI. No mesmo capítulo, os filhos são advertidos a que “obedeçam a seus pais NO SENHOR”. Isto é, os pais criam no Senhor e, os filhos, quando os obedecem, estão obedecendo ao Senhor e não a meros desejos ou caprichos de homens. É assim que Deus se torna o Senhor da nossa casa. Aí está a garantia do sucesso na formação da família!

É hora de diminuir o tempo de tudo o que afasta a família da hora devocional. Pai querido, quanto maior a sua dedicação pessoal a Deus, mais próximo dEle os seus filhos estarão e mais leve será o governos da casa.

Vale lembrar as instruções e conselhos de Deuteronômio cap.6, reforçando que todo privilégio nos traz alegria e realização pessoal somente quando seguimos as instruções de quem dá a recompensa.

 

 

FELIZ DIAS DOS PAIS... NO SENHOR!

Pr. Jonas Neves

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Topo